30 dezembro 2009

my mood

Ressaca de festas.
E outra vez tudo de novo,
As ideias que se baralham, confundem, interpelam e a ausência que só tu me consegues fazer sentir.
Não te quero mais. Morre dentro de mim! Saí das minhas entranhas.
É a tua injustiça. O teu egoísmo. A tua incapacidade não de amar, mas de saber amar.
É a minha necessidade. É a tua falta de coragem. É o meu medo.
É o castelo de areia que insistes em destruir e que eu volto a construir uma e outra vez, como uma criança.
E sou eu a caminhar por entre novelos de lã de cores infinitas
Em busca do fim para conseguir novamente encontrar o inicio.

E eu que sempre soube tão bem onde era o inicio e onde era o fim.
Larga-me a alma! Deixa-me livre outra vez...

22 dezembro 2009

O menino Jesus


O dia aproxima-se. As pessoas tornam-se mais vulneráveis, as mais sós, mais tristes, as mais “cheias” mais atarefadas e depois há aquelas que se enchem de amor, porque o têm, porque gostam e em todos estes estados, os subsídios de natal, por esta altura já voaram da maior parte das contas bancárias. E a economia agradece. Porque hoje damos presentes a todos. Aqueles que realmente queremos e aqueles a quem temos que dar porque fica bem ou por que sabemos que o pai natal, para alguns, ou o menino Jesus, para outros, deixará na sua chaminé uma lembrança, mesmo que não seja útil para nada, mesmo que nada tenha haver connosco. Mas é natal. E no Natal temos de dar.
O Natal cá em casa sempre foi repleto de presentes. A minha mãe e a minha avó sempre tiveram um gosto enorme em dar e confesso que eu e o mano fomos uns meninos muito mimados no que diz respeito a esta data. Uma caixa de bombons não era uma caixa de bombons embrulhados, a mãe fazia questão de embrulhar bombom por bombom, para serem muitos os embrulhos, para ver uma e outra vez aquele brilho de curiosidade nos nossos olhos e bolas, olhando agora para trás, relembro como o meu coração batia de felicidade quando os presentes começavam a chegar à árvore. Vinham por fases: 1º Punham-se alguns antes do jantar, depois no fim iam-se buscar mais alguns milagrosamente escondidos em casa da avó, e depois uma hora antes “da hora” vinha a ultima remessa e num natal ou outro ainda havia a grande surpresa escondida depois de desembrulhados freneticamente todos os outros presentes.
A sala era pequena para os nossos presentes depois de desembrulhados, por isso o mano ficava entre a sala e cozinha. A minha mãe dava os presentes junto à lareira, à avó ficava no sofá grande, com tudo arrumadinho, e eu, ficava no chão aos seus pés com tudo espalhado para ela ter com que se entreter, ia arrumando.
Sempre fomos poucos na Noite de Natal. Quatro. Depois do casamento da mãe, passamos a cinco e depois do casamento do mano, seis. Os seis fantásticos….A noite de Natal cá em casa sempre foi uma noite muito, muito feliz e eu, sempre fui o “menino Jesus”, mesmo quando me pirava lá para as 2h da manhã, para ir curtir a famosa noite de natal na discoteca famosa aqui da linha! A Avó, ao inicio morria de desgosto, pois o natal era sagrado, mas com o passar dos anos consegui mostra-lhe que por ser tão sagrado também deve ser comemorado com a outra família, aquela que escolhemos : Os amigos! Ela lá acabou por entender, ou então fingiu que entendeu, não sei… mas sei que já me dava a sua “bênção” e isso bastava-me para ir curtir a minha noite. A mãe ao inicio também não achava muita piada, mas também lhe dei a volta.
Só no dia 25 nos juntávamos com o resto da família. A noite de 24 era nossa e só nossa.
Há 2 anos tudo mudou. A avó deixou de estar no sofá.
Há dois anos tive o pior natal da minha vida. Há dois anos esta casa não teve natal. Teve presentes, teve bacalhau, teve arvore, teve vinho do bom, teve lareira, teve os cinco, teve até sorrisos, mas não teve Natal. E foi precisamente há dois anos que eu entendi o que é o natal.
Há dois anos julguei perder para sempre o “menino Jesus” que há dentro de mim.
Entendo agora aqueles que dizem que não gostam da Época. Porque o natal deixa-os tristes, frágeis. Entendo-os, mas felizmente, hoje, distingo-me deles.
Este ano, ao contrário de todos os outros natais, não vai haver muitos presentes, foi o combinado, mas tenho a certeza que haverá novamente “natal” dentro dos nossos corações.
E é isso que é o natal para mim. É uma noite em que tudo pára e em que não nos esquecemos um único segundo o quanto nos amamos, o quanto somos importantes nas vidas uns dos outros. E por isso celebramos! Sim é só um dia.E daí?
Nos dias de hoje é um milagre arranjar tempo para se ficar assim, cúmplice, sem pressas, sem preocupações e é também um milagre a vontade vencer o cansaço e deixarmo-nos ficar assim, vulneráveis, com todos os outros natais presentes no nosso coração, com todos aqueles que já passaram por os nossos “natais” e com a consciência de que é uma sorte termos a oportunidade de o viver mais um ano!
Por isso tudo, este ano haverá novamente “menino Jesus” cá em casa! É, hoje, um “menino Jesus” mais crescido, mais gasto, mas também um menino Jesus mais bonito, mais brilhante, mais “cheio”!
Eu gosto do Natal…
Ninguém mais me arrumará os presentes mas também eu já não quero que mos arrumem.
E sentirei a falta dela toda a noite, e sentirei para o ano novamente, e sentirei o outro ainda, e sentirei para sempre. Porque é impossível arranca-la das nossas vidas, da nossa história.
E um dia, quando vierem os filhos, os sobrinhos, as outras gerações, o seu lugar no sofá será de outra avó e o natal deles será como o nosso e saberão com certeza quem foi a Mãe e a Avó Maria do Carmo nas nossas vidas, nos nossos natais.
Este ano volto a sentir finalmente o calor dentro do meu coração. Passou o luto. Voltou a alegria.
E este é o melhor presente que recebi em toda a minha vida!
Feliz Natal!

04 dezembro 2009

Ficar por Terra



E a malta vai toda para Granada ter com a nossa "espanhola" e a amelie , mais uma vez, por cá fica...
Sou uma desgraçada!!!!! É como me sinto hoje!
Mas não sou uma desgraçada qualquer. Sou uma desgraçada bem disposta pois finalmente acho que este fim de semana posso acender a lareira e apreciar tranquilamente a beleza dos tarolos a arderem efusivamente e nesta altura do campeonato nem queiram saber o luxo que isso é!!
Entre um powerpoint e umas garrafinhas de vinho, avizinha-se um fim de semana tranquilo, entre filmes, musica e pijamas!
Gosto.




P.s- Migaça, sei que me lês, desculpa, não dá mesmo...


Saudades tuas!!!






01 dezembro 2009

Um feriado qualquer

Hoje é feriado e fazendo uma viagem temporal aqui na vida da amelie, recuando um ano atrás, estaria provavelmente, por esta altura ,a acabar de curtir a minha ressaca, porprocionada pela noite maravilhosa de ontem.Sim, porque sempre adorei vésperas de feriado. Eram sinónimo de festa. Ou então não, talvez pudesse estar a caminho do treino que foi o que uma amiga acabou de fazer à 10 minutos atrás depois de me deixar em casa.
Depois de termos estado a tarde a estudar Inglês (não sei porquê, o exame vai ser uma merda) , fomos desanuviar para o cinema ver um filmezinho bem ao género de feriado. Ideia que deve ter iluminado as mentes de metade de Portugal, pois o shopping, mais precisamente o cinema estava infernal. Pais, filhos, avós, amigos, solitários, todo o mundo decidiu ir ao cinema hoje. Porque será? Nem teve um dia horroroso nem nada...
Enfim, fui ver a Julie & Julia, um filme bem ao género de domingo à noite com lareira acesa e pijaminha vestido e sabem que mais? Adorei. É delicioso. Mais uma vez a capacidade da Merly streep de engrandecer qualquer personagem.
Chego a casa e sinto-me incrivelmente bem disposta, quando, quisera eu perder algum tempo a fazer introspecção, teria razões mais do que suficientes para chorar e berrar. O tema do filme é-me particularmente chegado. Eu que tanto hesitei em entrar ou não para uma licenciatura em culinária e que acabei por não entrar, sento-me no sofá e penso para comigo mesma: que feliz seria eu na cozinha. Obviamente que não poderia ser assim tão simples,não me iria bastar uma cozinha. Para ser mesmo perfeito teria de ser "a" gestora da cozinha e fazer-me ao mundo através dela e já agora arranjar um maridão daquele genero. Mas não , optei por outro caminho, a ver vamos se ele será ou não o correcto e para ver isso tenho de acabar a licenciatura que por sua vez só será possível se passar nas frequências, que por sua vez estão ai mesmo à porta e que por sua vez estão a dar-me cabo dos nervos!
Tenho sido dura demais comigo mesma nestes últimos tempos.
A partir de hoje vou tentar abrandar o meu grau de exigência porque é urgente para a minha sanidade mental e para a dos que me rodeiam e que sentem a minha falta. E a falar verdade e aqui que ninguém nos ouve, eu própria tenho saudades minhas. Do Q.B da minha irreverência. Ridículo não é? Mas verdadeiro.
O difícil aqui está em dosear. É sempre o problema das "doses" . Tenho dificuldade em abrandar a exigência sem cair no desleixo. Mas vou tentar. Tentar a serio. Desta vez sem o receio de não conseguir.
Voltando da minha viagem temporal, a bem da verdade, hoje, no feriado de 1 de Dezembro de 2009, não queria estar nem a acabar de curar a minha ressaca nem tão pouco a ir treinar , o que seria o mais provável se nunca tivesse entrado neste desafio.Assim sendo, parece-me, seguindo a lógica que estou no BOM caminho, ou no caso de não ser o bom , será certamente o MEU.
E por hoje, isso basta-me.
Vou estudar!

26 novembro 2009

Eu & Tu

Partilhamos o silêncio,
E entre as palavras silenciosas
trocamos as coisas e os pensamentos mais belos.
Encontrei ao teu lado a mais perfeita forma de amar,
mas agora,
Não conseguimos mais escutar esse silêncio ,
Existe um vazio grande e profundo entre as nossas bocas,
entre os nossos corpos,
Contudo,
as nossas almas continuam entrelaçadas
com laços dados de forma a jamais serem desatados,
é impossível desamarra-te de mim
não quero desamarrar-me de ti,
tu não te desamarras de mim
e no entanto,
hoje,
sei perfeitamente...
o nosso amor será eterno,
mas não te desejo mais,
minha louca e doce paixão.

20 novembro 2009

Dúvida

O que fazer se o patrão não tiver dinheiro para nos pagar?
Os bancos não perdoam pois não? Porque haveremos nós de perdoar?
Cada vez mais me convenço que este país está cheio de indivíduos que brincam aos gestores.
Há actos, sistematicamente praticados por parte de cargos hierarquicamente superiores dotados de tanta, mas tanta irresponsabilidade...quando ser líder, deveria ser sinónimo de ter, para além do triplo de ordenado de um qualquer funcionário, o triplo da responsabilidade, o triplo do brio, e o triplo da exigência. Só assim a máquina funciona. Só assim os projectos se desenvolvem.
Infelizmente, olho à minha volta e vejo que a ignorância impera na cambada de imbecis que me chefiam.
PUTA QUE OS PARIU!!!
O que interessa mesmo neste nosso rectângulo à beira mar plantado é o poder,é o nosso umbigo, é a aparência que ganha pontos nas farsas com que vamos preenchendo as nossas vidas.
Não vejo a hora de vos dizer adeus!

16 novembro 2009

Desabafo II

O cansaço começa a ser evidente. Sinto-o sobre o meu corpo, sobre o meu rosto.
Sinto-me frágil...
O desporto faz-me falta.
Tudo está instável. Assusto-me um pouco mas não conto a ninguém. Guardo-o para mim, não sei porquê. Sou incapaz de exterioriazar o que me vai na alma.
É o medo de falhar que não me larga. É a instabilidade profissional. A exigência académica. A inexistência de afectos em que vivo no presente. É esta ausência do "sentir" que me arrebenta o peito, a mim, que sempre fui uma pessoa de afectos.
Tudo isto atrelado a uma vontade cada vez maior de mudar. De arriscar. De ousar.
Mas a responsabilidade pesa-me nos ombros, e sempre que sigo determinada a fechar portas, arrombar janelas e muros, espreitar para lá do meu jardim, emerge essa maldita responsabilidade que odeio! Que sempre odiei, mas que insiste em acompanhar-me.
Os tempos não estão fáceis aqui para Amelie...
Aguardo que o sol espreite, alugueres, por aí.
Eu hei-de ganhar coragem para pular,serpente...

13 novembro 2009

Brandi Carlile

E o novo album da Brandi Carlile???
God, its good! *




*Recado Pessoal:
Espanhola do meu coração, ouve bem... Ela escreve a vida.
Saudades tuas minha amiga!

RED LINE

Actualmente sou uma bolha de stress a pairar sobre a terra.
Ao mínimo contacto com a mesma, que poderá surgir do exterior mas tambem da minha incapacidade de a saber conduzir, que neste caso será o suicídio, rebento!
Aviso aos próximos: Mantenham-se pacientes e se possível desviem-se. Olhem, admirem,gozem mas por favor não toquem!
Estou exausta...

NÃO TENHO TEMPO PARA NADA e tudo me parece desorganizado!!!
BAHHHH!!!!!

02 novembro 2009

Manhã de sábado

Senti na pele a capacidade extrema de egoísmo de que fui capaz. Vi a dor nos olhos dela. O desespero que a apoquenta, a ansiedade que a acompanha e o quão perdida caminha.
E doeu-me a alma quando me disse na cara que a culpa de tudo isso era minha.
Cuspiu-me o egoísmo, a carência de amor próprio cravada nas suas entranhas e a responsabilidade que temos por todos aqueles que cativamos.No meu caso, da responsabilidade que não tenho.
Exigiu-me. E como eu odeio que me exijam.
Maltratou-me.
Soubessem os meus amores o quanto os estimo e entenderiam que jamais usei qualquer um deles.
Soubessem eles também um pouco mais de mim e entenderiam que é minha companheira essa dor que dizem acompanha-los todos os dias, desde o dia em que parti das suas vidas.
Conheço bem essa menina "dor".Trato-a por tu. A diferença é que me sento,amigavelmente, à mesa com ela. Deixei-a ficar na minha "casa" e juntas aprendemos a crescer e a viver. Hoje, ás vezes até sorrimos.
Só que vocês, vocês não sabem de nada de mim...
Quem dera ter a coragem de gritar bem alto que para partir é preciso chegar.
Cuspir-lhes eu, na cara, que na verdade EU NUNCA CHEGUEI!
No meu coração, pior é a dor de não conseguir chegar que a dor de não conseguir partir!
Mas não sou capaz. Não é essa a minha essência.
Limito-me então a desaparecer se assim a vida te é mais fácil.
Olho-te uma ultima vez e acredito que, o tempo te dará o tempo suficiente para me aceitares, tal como sou, nem mais nem menos.
Nunca prometi nada. Nunca te sussurrei palavras de amor. Limitei-me a tentar chegar...
Se isso é maldade, então sim, sou um ser maldoso, mas deixa-me pois eu não abdicarei de mim. Se paro agora, morro!
Sabem qual é o meu problema meus queridos ex-amores? É incomodar-me com a vossa dor.
Na vida, ao longo do caminho, todos vamos tendo os nossos encontros e os nossos desencontros, cabe-nos a nós a árdua tarefa de os gerir da melhor forma possível, retirar deles o que nos enche a alma e deitar fora tudo aquilo que nos entope os poros.
Desculpa....mas eu não tenho culpa.
Essa raiva que guardas dentro de ti, hoje,ameniza-te a dor, não é? Manda-a cá para fora, eu não te cuspo em troca, na cara, mas aviso-te: tenho de estar longe.
Não te procurarei mais. Quando ela passar saberás onde encontrar-me.

27 outubro 2009

Mano

Quando desliguei o telefone o meu coração batia, as pernas tremiam e senti medo. Aquele que não sentia desde que a avó nos deixou.
Não entendi muito bem o que te tinha acontecido. A mãe estava angustiada embora me tivesse explicado que o pai já tinha tido o mesmo, imagina, 3 vezes! Não me recordo de o ver no hospital, acho que a mãe nunca me levou lá. Sortuda é o que sou, ou para alguns, mimada, ideia que não refuto.De todo!
Hoje já estou mais tranquila, já percebi que não é nada que não se possa resolver, mas não fico indiferente ao que este susto me fez sentir.
A única vez que te vi doente foi quando te operaram à apêndice, lembras-te? Escondia-me debaixo da tua cama para ficar lá mais tempo do que a hora de visita .E escondia-me com a permissão da mãe. Não te podia fazer rir por causa dos pontos, mas eu fazia-te rir na mesma. Eu e o pai. E tu rias-te. Se bem me recordo , acho que chegas-te a rebentar 1 ou outro ponto...e claro que a culpa foi minha!
Enfim, mas já lá vão 15 ou 16 anos e desta vez não se tratou apenas da tua apêndice, que a bem da verdade, não precisas para nada. Assustei-me à brava mano.
Não me lembro de te ver doente, de te ver parado, de ver alguém a tratar de ti, porque tu estás sempre bem. mesmo que não estejas.
Sabes o que me assustou mesmo? Foi ter a noção real que todos somos vulneráveis e que basta estarmos vivos, amarmos e sermos amados, para corrermos o risco de sofrer com o sofrimento dos outros.
Receio dizer isto, mas é verdade. Tive medo de te perder. Não quero imaginar que um dia isso vai ter de acontecer. Ou a mim ou ti. A um dos dois. Nunca tinha pensado nisso,acreditas?

Pronto...agora já está tudo mais arrumadinho, mais logo passo no teu 4o, para te dar um beijo e rirmos um bocado, desta vez podes rir, em principio não haverão pontos...

24 outubro 2009

Power Point para crianças

Só me aptece dizer asneiras!!!
Não consigo entender nada do PowerPoint...e o professor, não ajuda nada!
É o que dá haver seres sobredotados e pior, haver seres sobredotados a darem aulas.
MERDA! Eles têm cá uma dificuldade em entender dúvidas!
Avaliação na 2fª e vejamos.... programa de festas:

-Uma farra desgraçada logo à noite à qual não poderei faltar por as seguintes razões:
  • Trata-se da Festa da minha melhor amiga;
  • A nossa outra melhor amiga veio propositadamente de espanha para o convivio;
  • As saudades "nossas" são imensas;
  • O diabo que tenho no corpo que não me larga...

- Almoço & Ressaca de Domingo:

  • Prevê-se uma má disposição ligeira ao acordar, culpa do diabo;
  • Rumar ao "outro lado" para almoçar com a mãe e restante família porque ela está com saudades

Resumindo:

Deve sair um avaliação jeitosa!

Mas não tenho escolha. E eu estou a tentar.São 17h da tarde, está um sol radiante lá fora e eu aqui agarrada ao Power point a tentar amenizar a minha deficiência crónica em lidar com programas informáticos!

1000 vezes ter de estudar! 1000 vezes!!!!

De volta ao Power Point...

22 outubro 2009

Espelho meu...

Espelho meu... diz-me se haverá alguém mais distraída do que EU????


Só faço m****! Eu não sei o que se passa, de vez em quando, com o meu cérebro!



E estou-me a rir, mas o assunto é digno de chorar.

Só digo uma coisa: contado ninguém acredita!




21 outubro 2009

Parabens Amiga

Um bem haja ao dia 21 de Outubro!!
A minha amiga S. faz anos hoje. 28 anos.
É bom sentirmos a vida a passar e ver que continuamos presas ao chão que nos une.
Adoro-te! Na essência da estupidez que nos une, nas diferenças abismais que jamais nos separam, e na cumplicidade do sentimento que alimentamos todos os dias.
Nós não temos idade! Temos tempo!

Hoje é dia de entronar umas quantas garrafas.
Parabéns minha amigaça!

"Daqui ao infinito e mais além"

19 outubro 2009

Shine



"... Well let the sun shine on your face
And don't let your life go to waste
Now is the time, got to make up your mind
Let it shine on you, let it shine on you..."

18 outubro 2009

Parabens!

"Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias..."


Fernando Pessoa


Acertemos as nossas distâncias e haveremos de encontrar o caminho para o elo que nos permita viver em cumplicidade durante toda esta nossa viagem.

Porque tu precisas de mim e eu preciso de ti.

Um bem haja ao dia do teu nascimento! Vamos festejar.

AMO-TE!

15 outubro 2009

Nan's song

A vida gira, gira e gira. E o tempo voa. Penso todos os dias que o consigo controlar, mas na verdade não consigo. A diferença é que, sinceramente, hoje não me ralo mais com isso. Quanto mais exigirmos de nós próprios, a longo prazo, menos damos. Pelo menos comigo funcionou assim.
O importante mesmo é eu chegar ao fim do meu dia- já tarde, muito tarde- a minha casa, descalçar os sapatos, sentar-me no sofá e tranquilamente fumar um cigarro com a sensação de dever cumprido.
Aquela sensação, que durante uns tempos andou perdida em mim.A sensação de que corro atrás dos meus sonhos. E estes também já não precisam de ter formas rígidas, totalmente definidas. Basta terem alma.
Aligeirei-me,quem sabe...
E ontem, enquanto sentia tudo isto, descalça,sentada no sofá, fumando um cigarro, olhei-te minha querida avó. A tua fotografia junto ao lugar que era teu.
Através da tua imagem, dos teus olhos fotografados, tentei ver-te ou rever-te, tentei sentir-te e desejei, como uma criança feliz, o teu colo. Não porque estou mal e preciso dele. Não, desta vez não é isso, desta vez é porque estou bem e porque não é só nas alturas que estamos mal que devemos procurar quem nos aquece a alma, mas sim também nas boas, nas positivas.
Tenho saudades de chegar à mesma casa,hoje, só minha, descalçar,não os sapatos, mas os ténis,sentar-me no sofá,controlando-me para não fumar o cigarro na sala e falar contigo, partilhar as minhas ideias, os meus objectivos, que na maior parte das vezes, sei que não entendias bem, mas incentivavas na mesma e acreditavas à seria que eu ia conseguir. Tu estavas sempre, sempre lá, à minha, à nossa espera.
É bom ter a capacidade de te sentir viva em mim!

Com um sorrisso sincero no rosto, hoje, sinto-te a falta, por tudo de bom que foste e continuas a ser na minha vida.

03 outubro 2009

A caminho de Granada

Hoje estou FU**DA!!!
Então não é que, o meu suposto melhor amigo, ex-apaixonado que de repente teve uma crise de entidade e deixou de me falar (praticamente), vai ver a MINHA melhor amiga a NUESTROS HERMANOS, e não me diz rigorosamente nada!!
Fiquei fudida! Mesmo.
Não há paciência! Desta vez o período nunca mais lhe passa e eu já não tenho a pachorra de outros tempos meu querido amigo...
Tenho a certeza que a NOSSA amiga ficaria mais contente se eu fosse também. Mas o teu egoísmo não te permite não é caro amigo?
A vida faz-te mal!

E pronto...amanhã vou passear!

02 outubro 2009

1,2,3... outra vez

Acordei novamente a teu lado... talvez comeces a perceber:
"carpe diem" ...

Mas continuo com medo. Com medo de mim.

E hoje, sentadas na mesma mesa, estarão amores antigos, diferentes e meus. Muito meus!
Vou a um jantar de campanha politica e não imaginam o que isso me irrita! Mas tem de ser...ossos do oficio. E vá...a senhora merece. É a "madrinha" aqui da malta :)

Boa sexta-feira!!!!

:)

30 setembro 2009

Adeus Pi...cado

Hoje pela manhã outra discussão. Não estou preparada e a bem da verdade sempre soube que serias uma passagem .
Quem dera conseguir expressar e colar na tua alma que o que sinto por ti é carinho, paixão e até mesmo amor. Mas que a paixão tem ainda na minha vida um tempo limite, ao contrário do que se passa na tua. Tu queres o chão, queres a estabilidade, a rotina e o amasso . Eu quero o ar, a instabilidade, a surpresa, a aprendizagem e também o amasso. Não sou tua por mais que tu me queiras. Nunca serei de ninguém, embora sonhe, como uma princesa, que um dia me unirei com muito desejo e liberdade a alguém e que esse alguém se unirá a mim, na medida exacta. Mas ainda não é agora. Ainda não é essa hora. Quero devorar o mundo e tu, minha doce história recente, trazes contigo uma bagagem que ainda não é minha e que não desejo adquirir por osmose.
Eu quero a liberdade. Tu desejas fervorosamente a união. E eu entendo-te... mas não consigo unir-me. Não agora. Não a ti. E tu isso, não entendes...não toleras.
Avisei-te que tinha o coração cheio de feridas, desfeito e escaldado. Ainda assim quisses-te seguir em frente, julgo hoje, porque não entendes-te a intensidade das mesmas. Afinal para ti, não passam de palavras.
Por tudo isto,hoje, eu quero viver as coisas passo a passo, dia a dia e tu queres engolir o tempo.
E eu vou magoar-te...

Não consigo caminhar mais contigo. E choro por isso.
É um raio de um feitio. Foi um raio de um amor. E entretanto, a vida continuará... e por tudo o que mais prezo nesta vida, peço aos meus anjos, aos nossos anjos, que não sofras. Não te entregues.És mulher demais para isso.
Terás sempre "aquele" canto no meu lado esquerdo.Teu.

29 setembro 2009

Oh yeaaa!!!

Adorei o 1º dia de aulas! :)
E a minha turma é tão, mas tããããão esquisita!!
Estou feliz!

BOM DIA!

28 setembro 2009

Fora de Tempo

Na 6fª , a tia Lídia, uma senhora com 86 anos de vida, dona de uma sobriedade de fazer inveja a muita mulher jovem, disse a uma amiga especial:

- " A sara, a menina sara não é deste tempo. É do outro. Do outro que passou...."

E o que eu me ri!
Pensando bem...talvez não seja mesmo.
Serei daquele que passou e do que ainda não chegou.

BOA SEMANA PARA QUEM POR AQUI PASSAR!

O PS ganhou! Ahahaha! :)

24 setembro 2009

Um turbilhão de sentimentos...

É o que tenho vivido nestes últimos tempos.

Tenho vivido no limbo, no limbo de um misto de emoções:
Há a dor,provocada pelo sentimento da perda, da desilusão, da consciência final que tudo na vida tem o seu tempo, tudo tem o seu inicio e consequentemente o seu fim, por mais que a vontade das forças convergentes seja contrária. E depois há a coragem , o dinamismo instalado em mim , a pontinha de felicidade fugaz no facto de sentir que finalmente me deixo libertar e aceito de uma forma saudável, que existe um FIM para as coisas. Que as portas tem que ser fechadas sem fantasmas e que quando há um fim, há necessariamente um inicio e é a esse inicio que nos temos de entregar. Sem medos. Com coragem.

Perdida entre palavras, com amigos, julgamos estar a falar sobre "maturidade" .

17 setembro 2009

A despedida

É hoje. Daqui a umas horas vou descer as escadas e dizer-vos o quanto foi bom partilhar tanta vida convosco.
Encerro hoje uma etapa da minha vida. A competição desportiva.

Fecho uma porta e com a mão esticada abro a tal janela. 2ª feira inicio as aulas na faculdade.


Mudança...

Já nada temo !

16 setembro 2009

@ Madrid @ - A minha Princesa Nasceu

Encontrou-me em Madrid. Hoje peguei ao colo a minha afilhada com 30 minutos de vida.
Nasceu hoje e veio ao mundo perfeitinha. É, ao contrário de todos os outros bébés que conheci até hoje-talvez por a sentir muito minha- bonita!
Ao aconchega-la ao meu peito,com 30 minutos de vida e com 46 cm de comprimento, aquela criança fez-me sentir a vida na pele.O valor que ela tem e o sentido que faz todo o nosso caminho!
Ás vezes vacilo na fé que começo a ter naquele ditado que diz: "Deus escreve direito por linhas tortas...".
Enterneceu-me a minha menina...
De Cesariana, veio mais cedo, talvez para me mostrar que a vida é assim mesmo; feita de mortes mas igualmente feita de muitas vidas novas!
Que tenhas meu amor, uma vida repleta de alegrias e de tudo aquilo que aquece o coração!
Se assim for, para tudo o resto arranjarás solução.
Um bem haja enorme a ti, minha querida Sara!

10 setembro 2009

...

A propósito de todas as barbaridades que me cuspi-te ontem...

A minha mãe disse-me hoje que tinha um orgulho imenso em mim. Na mulher que sou.
E tu não imaginas a força que isso me dá...

O FIM

Ontem magoaste-me muito. Vou saber por-me no meu lugar. Vou lamber a ferida que abris-te no meu peito e viver.
Sei que também te magoei. Que há silêncios capazes de magoar mais do que qualquer palavra.
Sei que também eu falhei. A crueldade também mora em mim, a espaços, mas mora.
Percebo finalmente que a tua presença é, hoje, infelizmente, um poço de energias negativas descarregadas sobre mim. Que me tentas-te controlar e moldar durante quase uma vida. E a mim, minha grande amiga, ninguém molda, ninguém controla, a não ser que eu deixe. E a partir de hoje não deixo mais. Voltei a ser o "mustang". O "mustang" que te conquistou, o "mustang" que tanto te amou. E o "mustang" quer-se livre, solto e louco.
Há Facadas que me cravas-te na alma que não fui nunca capaz de te perdoar. E digo-te hoje com tranquilidade que entendo que o nosso tempo chegou ao fim. A porta fecha-se. O pano desce. E para trás ficamos nós. Todas as coisas belas que construimos, todos os momentos mágicos que partilhamos. Fica guardado no meu peito, o cenário que decoramos com todo o empenho, dedicação, sacrifício e ternura, muita ternura.
E para trás fica também a magoa, a desilusão e a dor, a dor que carrego comigo há muito, muito tempo. Porque a dor ofusca-nos o brilho. Tira-nos a vontade. Rouba-nos o sonho.
É urgente deixar-mos cair o pano. Já não há forças que nos valham.
Não há mais lenha para arder nesta nossa fogueira.
Hoje abro uma janela para deixar entrar outros ventos, outros ares, outro sol.
Espero que também tu consigas abrir a tua. Pode ser que um dia alguém consiga um pouco mais de ti do que eu consegui. Pode ser que um dia alguém consiga um pouco mais de mim do que tu conseguis-te.

Agora, a vida está lá fora e o sol continua a brilhar!

01 setembro 2009

Pi Cado

Sem raciocínio.Sem palavras.
Sem sentido.
Mas cheia.
Soube-me tão bem a tua companhia....
Há amores assim?
Sei lá...
Não sei nada. HOJE.
Não durmo.E amei, amei, amei.
E esta vida que gira gira e gira.
Apanhas-me distraída.
Deixo-me ir no encanto de tudo o que escondes,
E perco-me nesse teu medo
E peco
Agarro a vida que provocas.
Esqueçamos o mundo lá fora,
Agarra-me com força.
Peca comigo.

Viveremos nós o momento?

31 agosto 2009

Na ressaca do fim de semana


M E D O

Não me sais do pensamento...

26 agosto 2009

24 de Agosto ...Com atraso

Parabéns minha querida Mãe.
Um dia escrevo uma posta sobre ti. Sobre mim e sobre nós. Simplesmente, para ti e porque nesta altura me falta o tempo:
PARABÉNS!
Disseste-me um dia que tinhas ouvido num sitio qualquer que, inconscientemente, os pais escolhem os filhos que tem.
Não sei se assim é e sei que nem sempre fui e sou a filha que tu idealizas-te, mas também sei que apesar dos "defeitos de fabrico" superei muitas das tuas expectativas. E isso deixa-me tranquila. Serena. E mais forte!
Tu és a mãe que idealizei para mim. E sem vergonha alguma, brando aos ventos o quanto, à minha maneira, ainda preciso de ti...
Sabes mãe...é que enquanto comigo caminhares jamais cortarei os laços de criança que ainda me prendem a ti, ao teu ventre, ao teu colo e ao teu imenso e único amor. E gosto.

Toma, para ti,
O António Variaçãoes escreveu-a para nós ;)

21 agosto 2009

Balanços & Organização

Olhando à volta, reparo que a maior parte das pessoas que me rodeiam optam por fazer os seus balanços de vida-ou ano - (como queiram) no dia 31 de Dezembro.
No dia 31 de Dezembro, entre uns valentes copos emborcados garganta abaixo, toda a gente decide, perante os outros, ou apenas falando consigo próprio, deixar de fumar por exemplo, ser mais organizado, poupar mais, fazer mais exercício...tudo mais, tudo bom! Para o ano é que é!
Eu não. Já desisti. No dia 1de Janeiro a ressaca é sempre demasiado grande e dolorosa para me conseguir levar a serio!
Mas não deixo de o fazer. Medito, balanço e salto. A diferença é que não é a 31 de Dezembro e sim nas minhas férias de verão. Aí sim consigo levar-me a serio. Muito a serio.
Reparo agora que andei todo o verão a fugir de alguns pensamentos. De algumas decisões importantes que terei de tomar brevemente.Fugi de entender o funcionamento das coisas, das minhas coisas. E gosto.
Sinto que ao contrario de outras alturas da vida, não controlo nada, desconheço o que ai vem e que até gosto da sensação...
Sinto que sem pensar directamente nas coisas elas vieram a pouco e pouco ao meu encontro e sinto-me bem.
Há no entanto uma certeza... este ano que entra (lá está o meu ano recomeça em Setembro) terei de ser muito mais organizada e acho que se conseguir isso, tudo o resto, naturalmente, virá com certeza ao meu encontro!
Mas não é fácil, nada fácil para um caranguejo!!

Vai daí, organizo já o fim de semana :) :
1- Ir à praia apanhar muito sol;
2- Churrasco para receber as islandesas (fun, fun,fun);
3- dar um jeito à casa;
4- Jantar para receber os "meus" turistas algarvios;
5- Quem sabe ter "a" conversa que ando a evitar;
Pareçe simples não pareçe. Não é!
Bom fim de semana!! :)

Hoje é dia de Festa


Parabéns Mano!
Obrigada por seres- eu sei que és- o MEU melhor amigo, o meu maior fã e o meu maior critico!
Ter um irmão é saber que aconteça o que acontecer ás nossas vidas haverá sempre uma metade de nós próprios.Num gesto, numa atitude, num pensamento, numa decisão...
Ter um irmão, no nosso caso, é saber que jamais andaremos sozinhos. Porque tu cuidas de mim e eu cuido de ti. Com a possibilidade de voarmos, livremente, cada um para o seu destino.

Amo-te muito. Muito mesmo.




20 agosto 2009

Paolo Nutini




Ele é Bob Dylan, ele é otis, ele até consegue ser a parte forte da Nina.

Ele é apenas um rapaz. A meu ver, cheio cheio de talento.

Estou completamente rendida...






Socorro!!!


Acordei a pensar que a vida é uma merda. Depois lembrei-me que não era assim tão má, que na realidade o que me custa mesmo é levantar o rabiosque da cama e então prontamente fiz-me à vida.
Cheguei atrasadissima ao escritório e para mal dos meus pecados já cá estava o "chucky" aqui do barraco com aquela cara capaz de assustar o susto. Ok. Voltei a pensar que a vida não é má mas é difícil. Subo as escadas, ligo o PC, vou à "Farm" e pronto... está tudo marado, não consigo apanhar a colheita. Tudo difícil até aqui. Finalmente penso no meu delicioso café, sem o o qual não consigo iniciar a minha actividade laboral (sim porque eu até trabalho). A minha querida colega e amiga, gentilmente faz o favor de o tirar e eu...olha pra' mim a pensar que afinal ainda existem coisas fáceis. Engano-me. A máquina do café faz: pufff!!!! Hoje não há café para ninguém aqui no barraco.
Conclusão: Grande Merda! Não consigo fazer um cú!
Ele há manhãs malditas...

19 agosto 2009

1984 - Happy Birthday



Silêncio e tanta Gente...

Post IT

1º - Amei.Fui amada. Perdoei. Fui egoísta. Fui perdoada.
2º - Chorei.MUITO.
3º - Entrei na faculdade
4º - Vi espectáculos. Ouvi música.
5º - Pondero a despedida "forçada" da vida desportiva
6º - Sorriu com o que vejo lá fora, da minha janela
7º - Percebo que quando uma porta se fecha outra se abre
8º - Apanhei sol. Joguei a bola. Viajei.
9º - Tive saudades da família
10º - Discuti
11º - Tirei fotografias
12º - Magoei
13º - Fiz 25 anos
14º - Não me despedi da minha amiga R.
15º - Dei beijos na boca
16º - Vi o SLB jogar à "bola"
17º - Senti que o "meu" AMOR só sobrevive se viver no eterno incompleto. Que é essa a nossa história. E que eu não quero mais.
18º - Fiz praia. Muita praia.
19º - Perdi o campeonato Nacional
20º - GANHEI NOVAS OPORTUNIDADES

I'm Back

Voltei. Cheia de vida vivida. Cheia de palavras emaranhadas... não as mesmas. Diferentes.

"não é urgente chegar, o que é preciso é VIVER"
MV

04 junho 2009

Desabafo!

Tenho uma vontade enorme de mandar o trabalho pelos ares!
Não me identifico com isto. Cada vez estou mais distante e a desmotivação já não é apenas uma fase. É uma certeza que se enraíza em mim dia após dia.
Gosto de hierarquias profissionais. Gosto de método. Gosto de comunicação.Gosto de projectos e acima de tudo gosto de competência e brio. Gosto que puxem por mim. Que exijam o meu melhor. Gosto de sentir que a minha entrega tem um fim chamado Sucesso! E defendo que quando trabalhamos com uma ou mais pessoas o mesmo só se alcança em CONJUNTO, EM EQUIPA! E numa equipa todos têm de remar para o mesmo lado, equilibrando as forças, reforçando os seus pontos fortes e protegendo os seus pontos fracos. Aí meu Deus...como fazia bem a tanta gente praticar um deportozinho colectivo.
Tolero a "ignorância" das pessoas, mas não o desleixo e a manifesta e constante falta de vontade em aprender e evoluir.
Eu preciso de mais...


Cheguei ao meu limite!


Alguem por ai com trabalho para oferecer? ;)




02 junho 2009

Blind Pilot




They're playing our song
hey're playing our song
Can you see the lights
Can you hear the hum

Of our song
I hope they get it right
I hope we dance tonight
Before we get it wrong

And the seasons

Will change us new
Be the best I've known
And you know me
I could not be stuck on you
If it were true

I was sleeping
My eyes were dark
Til you woke me
And told me that opening
Is just the start
It was...

Now I see you, til kingdom come
You're the one I want
To see me
For all the stupid shit I've done

Soil and six feet under
Killed just like we were
Before you knew you'd know me
And you know me

Blooming up from the ground
Three rounds and a sound
Like whispering you know me
You know me

So this was our song
This was our song
I still see the lights
I can see them

And the criss cross
Of what is true
Won't get to us
Cause you know me
I could not give up on you

And the fog of what is right
Won't cover us
Cause you know me
I could not give up a fight
Tive um dia de trabalho daqueles.Enorme.
Há muito que o andava a evitar, mas tem mesmo de ser.
Deixo na minha caixinha os Blid Pilot, com uma música que gosto bastante e que me foi apresentada pela minha adorada amiga Verinha.
Agora vou relaxar o cerebro antes de me pôr a treinar, que isto hoje vai ser dificil, muito dificil presumo. Não me aptece nada correr!
Vale-me o sonho e a cosciência de que temos de trabalhar o dobro para alcançar o objectivo.
Uma noite feliz!

01 junho 2009

Para todas as crianças ...

deixo na minha caixinha um abraço do tamanho do Mundo!

E para todos aqueles que, como eu, não são mais crianças, mas jamais deixarão morrer a essência da criança que foram um dia!

Porque ela é essencial à vida!

Sonhos


Passei uma noite agitada. Coisa estranhissíma, para mim que por norma, ando de mão dada com noites bem dormidas.
Acalmei finalmente e perdi-me num sonho tão estranho. Conhecem a sensação em que acordamos e sentimos ainda no corpo os cheiros, o toque, a presença. A outra realidade?
Tão estranho!
Sonhei com o rapaz que me fez muito muito feliz! Com o 1º homem que me amou e que na medida proporcional eu também amei. Já lá vão alguns anos...
Reencontramo-nos passados tantos anos e as nossas almas continuavam cúmplices. Mas a forma de amar era, naquele dia, mais segura, mais madura e ambos tínhamos crescido...tanto.E a vida que carregávamos às costas era imensa e pesada.
Reconheci-lhe o cheiro, era exactamente igual. E o toque...meu deus! Mais aprumado, experiente até mas igualmente suave e doce.
A cumplicidade foi imediata e o sonho,esse, foi tão intenso...
Bolas, se porventura te voltar a encontrar, que assim seja, meu querido. A última vez.
Mas não contes a ninguém...

28 maio 2009

Evoluir



Foi a minha amiga R. que me enviou.
Já conhecia. Mas recebe-lo de ti tem sempre este gosto especial.
Ontem, depois da final da Champions, assisti finalmente ao filme "Amália", do Manuel S. Fonseca e meu deus, como gostei da Sandra Barata Melo!!!

Findo o meu dia de trabalho, deixo esta versão da Sónia Tavares, que para mim , está qualquer coisa.
A evolução permite esta beleza.
Desfrutem...

P.s- R. onde andas tu?

O curso do Rio...


Ando ausente das palavras. Do raciocínio que permite organizar o pensamento. E os meus sentimentos latejam à velocidade da luz, com a intensidade do mar e rebolam e enrolam na areia.
Quando penso que tudo está encaminhado e que a estrada é em frente sou apanhada de surpresa pela vida que mais uma e outra vez me esbofeteia de sorte-ou de azar- a ver vamos...
Levantei voo. E tu chamaste-me. Pela ultima vez decido dar uma oportunidade à nossa história. Uma hipótese a nós e a este nosso amor...louco. Deixo para trás uma pessoa linda, tão linda. Alguém que ousou aquecer o meu coração, esquecido à tanto tempo naquele lugar frio e que acabei por magoar. Sem intenção mas com intensidade.
Mas tu és mais forte, sempre mais forte!
Meu amor, há muito lixo para tirarmos de cima de nós...
Pedes-me finalmente um COMPROMISSO.
Eu ACEITO.
Dá-me a tua mão. Olhe mo-nos na alma.
Havemos de conseguir. Sabes porque?
Porque nos amamos perdidamente. E não há mais tempo a perder!

25 maio 2009

Psttttt....

Não morri!!! Continuo aqui e volto em breve cheia de palavras emaranhadas dentro de mim.

Um abraço fechado para quem por aqui passa...

19 maio 2009

Eu..

Sou forte.Dura de roer. Luto por aquilo que quero e sonho, sonho muito!
Sou amiga, sou leal e na maior parte das vezes luto para ser justa. Comigo e com os demais que me rodeiam.
Mas na minha robustez esconde-se uma fragilidade enorme.Sou frágil a golpes baixos projectados por aqueles que tenho em consideração. Odeio que as pessoas me magoem-e são muito poucas as que são capazes de tal situação- e a desilusão custa-me tanto, mas tanto!
Quando sinto que as coisas são feitas com dolo a minha capacidade de perdoar é diminuta!
Sou caranguejo. Dizem os astrólogos que vivemos na nossa carapaça e que criamos, ao longo da vida, muitos hábitos para nos defendermos do nosso mundo exterior...eu concordo. Por isso quando me atingem largo com facilidade toda a minha doçura e tal como um verdadeiro caranguejo uso as minhas pinças!
Estou revoltada e com uma vontade enorme de fazer mal a quem mal me fez...
Gostaria de saber o que leva as pessoas a meterem-se em vidas que em nada lhes dizem respeito e sabendo que com isso podem magoar, ferir e interferir vidas alheias.
Será a pequenez do seu universo? A inveja? A carência de felicidade? Frustração? Ou apenas maldade? Não entendo... mesmo. E pior de tudo, não perdoo!!
Claro que tudo se complica ainda mais quando falamos do meu chefe!
Dasss...!
P*** que o pariu! Daqui não leva mais nada...





13 maio 2009

Vicíos

Estou feliz...a espaços. A tempos. Quando me deito e acordo ao teu lado.
Mas é este nó no estômago que não me deixa viver a plenitude do amor.
Falta-me a tranquilidade.
E tenho medo.
Medo que com o tempo me falte o tempo.
Medo que com o tempo me falte o espaço.
Malditos vícios enraizados em mim...

E bendita vida que me dá uma e mais outra oportunidade!
Bendito o fado, que no meio de tanta particularidade, me esbofeteia de sorte!

Sigo em frente...
Caminha comigo. Por favor, meu amor.

11 maio 2009

A ausência...



A minha vida virou de pernas para o ar!!!
E eu estou a gostar.
Volto em breve...
Um beijo a quem me lê.
P.s- Não é fácil voar, mas quando apanhas "aquela" brisa... é tão, mas tão libertador!!!

29 abril 2009

O Vôo



E ela disse:
- Vai. Voa. Tira a carapaça e sem medos agarra a vida. Chegou a tua hora.

- Mas e se eu ainda tiver medo...

- Medo? De quê?!

- De não saber voar sem a ti.

- Saberás com certeza. De outra forma nunca deixarás de planar. Apenas.

E tu queres mais, muito mais...

- Sim.Eu quero voar.Voar muito. Cansar-me de tanto bater as assas...

- Não olhes para trás.

-Não. Nunca mais.

- Vai. Força!!

- " E entre o aqui e o agora não crês que podemos ver-nos uma ou duas vezes...?"

- Veremo-nos. Todas as vezes que te encontrares a planar ...

E eu disse:

-Adeus...Tens razão, tenho mesmo de ir. O tempo não espera e eu quero, preciso devora-lo.Obrigada por me teres ensinado a voar. E por me teres ensinado a partir...

27 abril 2009

Daassss...


Há pesosoas stressadinhas com a mania que são espertas que me irritam bué!
Trabalham comigo!
Depois existem as outras, que não irritam, desiludem-me!
E essas não trabalham comigo!


25 de Abril 2007


Passaram 2 anos. Não contei os meses, as semanas, os dias, as horas, mas senti-os. Senti-os brutalmente a pesar sobre o meu corpo, tão jovem ainda. Senti-os a pesar sobre esta alma tão tenra e ainda tão dependente de ti quando partis-te. Porque foi tudo muito rápido, bruto. Sem aviso. Foi muito forte…
Hoje, sinto verdadeiramente que partis-te. Que foste embora. Que a tua vida acabou mas que a minha não. E que é assim que tem de ser, por mais que doa cá dentro, por mais que insista em viver com a certeza que num lugar ou noutro eu hei-de-te encontrar mais uma vez, para dizer-te, sem qualquer embaraço o quanto te amei, o quanto te amo ainda e o quanto me deste nessa tua vida com tanto sentido.
Começo também agora a ter a certeza que sentis-te tudo isto na hora da tua morte. Foste doce, tão doce…
Ás vezes dou por mim com o olhar perdido quando vejo um neto e uma avó a brincarem, a discutir, a conversar ou somente a existirem. Apetece-me lembrar-lhes a sorte que têm em poderem sentir-se, tocar-se, cheirar-se, porque nós, netos, esquecemos-nos que os avós têm um tempo mais reduzido e que talvez também por isso sejam eles os adultos com mais tempo do mundo para nós. Porque eles dão valor ao tempo. Bem sei que não são todos… mas tu foste.
Hoje a casa está diferente. Tenho o meu espaço. Haverias de ter orgulho em mim…
Nem sempre é fácil. Á vezes ainda fraquejo. Era uma menina muito mimada, bem sabes.
Mas neste caminho que percorri aprendendo a lidar com a tua ausência e com tudo aquilo que ela provocou em mim, na nossa casa, nas nossas vidas, tornei-me uma Mulher.
Passados dois anos, assumo pacificamente que o teu colo não está mais aqui. Nem mesmo para mim. No entanto, ao fim de dois anos, também tenho a certeza que jamais te deixarei morrer, é impossível. Sentimos-te muitas vezes quando estamos juntos. Falamos de ti e brindamos à tua vida. À vida fantástica que nos proporcionas-te!
E no final de contas é isso que importa. Foi isso que nos ensinas-te também.
A nossa vida, por aqui, continua.
E tu…tu viverás para sempre dentro de mim. Em paz.
A morte também faz parte da vida!
Penso que hoje arrumo uma caixinha. A caixinha que te pertence.
Amo-te avó!

22 abril 2009

Fuck you! Fuck you very very much...

Só Deus sabe como te amo. Mas também só Deus sabe como me consegues tirar do serio...
Hoje irritaste-me muito. Muito mesmo. E por isso, especialmente para TI, posto a lily.
Directamente do meu coração, do mesmo onde sai todo o meu amor:


21 abril 2009

O Desejo mais sincero

Quero ser o teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade,
sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar. E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

20 abril 2009

Teremos sempre PARIS!

Ementa:
1 - Tortilla à la Rita
2- Pão e queijo
3- Salada às 3
&
Tinto alentejo

Na 5ª Feira passada,reencontramos as 3 um enorme pedaço das nossas vidas. Eu , a S. e a R. Foi uma noite à antiga, onde levamos ao limite todos os nossos sentimentos, todas as nossas acções e sobretudo a enorme amizade que felizmente ainda nos une!

A vida impõe que a ausência física seja sempre maior amanhã que hoje. O tempo é cruel. Já não somos mais aquelas adolescentes inconscientes e dependentes. Não, não somos. Mas somos hoje muito mais do que fomos em tempo algum...

Foi tão bom o reencontro. Todas as lágrimas e sorrisos que se soltaram saíram do riacho mais inocente que ainda habita em mim, saíram da saudade infinita que vou sentido da vida que passou, que foi intensamente vivida e que não volta mais, mas sobretudo, saíram da alegria enorme que sinto por vos ter na minha vida. Não interessam as diferenças, as mudanças, as feridas, os encontrões, as distâncias, a dor... não interessam nada. Nós somos enormes. E a nossa amizade é proporcional a todo este nosso tamanho!

Um bem haja a vós, minhas queridas amigas!

Nota: A noite foi longa. Entornamos, sem querer (juro!), 4 litros de tinto. Siga a contagem...
Continuamos umas "alarvezinhas" =)

14 abril 2009

Tempo


Já lá vão alguns dias, semanas, quase um mês que não visito a minha estimada caixinha.
O tempo tem sido curto e a vida veloz. Muito veloz e intensa!
As palavras, essas, também não querem sair. E assim se vai vivendo...
Entre umas finais vencidas e outras perdidas, arranja-se tempo para comemorar as vitórias e nos aconchegarmos nas derrotas. Arranja-se tempo para darmos o nosso melhor a alguns estimados amigos, arranja-se tempo para arrumar, para pôr em ordem, arranja-se, sobretudo neste fim de semana que passou, tempo para não pensarmos no tempo e para mim, actualmente, não há nada melhor que isso : Ter TEMPO para não pensar no TEMPO!


by the way....I'm a Champion now!!!



:)

30 março 2009

Calcinha.Pra menina e pó menino!

Querida Xana,
Com algum atraso aceito o teu selo e arrisco-me a modificar um pouco a regra n.º 1. (odeio regras! Sim, é um defeito horrivel!)
Darei o meu sentido ás palavras com nomes de filmes, filmes que vi e que considero incrivelmente fantásticos e apropriados. Assim que tiveres oportunidade, vê-os. Penso que não haverá um ao qual ficarás insensível.
Muito Obrigada por seres sempre tão atenta,cuidadosa e afectuosa...

As regras deste selo são:
1 -Escrever uma frase,citar um título ou contar uma historinha sobre seis assuntos nos seguintes segmentos: vida, cinema, literatura, viagem, amor e sexo.
2- Convidar seis blogs que você realmente considere feminino e inteligente; * Linkar o blog que te convidou;
3- Postar as regras para que outros a repassem;
4- Exibir o selo do Papo CalcinhaVida

Ora aqui vai:

Vida - "A vida é Bela!" ; o que é mais senão isto...a capacidade de lidar da melhor forma com tudo o que se vai cruzando neste caminho
Cinema - "Cinema Paraíso";o poder, a alegria,a realização e a transcendência que esta arte pode trazer a qualquer alma
Literatura - " A paixão de Shakespeare" ; a inspiração vem essencialmente de nós mas peculiarmente de todos e todas as pequenas coisas que nos rodeiam
Viagem - "Into the Wild" ; a viagem que todos nós deveríamos fazer. A certeza de que sozinho...não há risco ou liberdade que nos valha
Amor- " O estranho caso de Benjamin Button"; é que o amor é o que fica para além do tempo. Seja de que forma for. Genuíno, é o único sentimento capaz de se moldar ás suas próprias necessidades.
Sexo- Só vale a pena se for bom, não há cá filmes!!! ihihihihi!! :) Mas podia enumerar uns quantos :)

Passo o selo à R. Ela é tão inteligente e feminina. E melhor que isso...é adoravelmente amiga!

27 março 2009

Programa de Festas



A menos de 24 horas do jogo decisivo, a convite de um amigo, andarei por estas bandas esta noite.


Obrigada Zé... Não podia ser melhor!


A menina coppélia,também a mim, enfeitiçará com certeza todos os meus pensamentos!

26 março 2009

De 1 a 10... nos ultimos tempos

Virgens Suicidas - 5 - Sofia, vais -me desculpar, mas não captei a essência, não consegui, mesmo! Vale por a intensidade de algumas personagens e um ou outro plano engraçado. De resto, achei-o extremamente aborrecido...

Smiley Face-6-alguém que saiba o que é andar mesmo "padrado" consegue rir até cair para o lado. Vi-o com a minha amiga S. e de facto, por breves momentos, julguei tratar-se de uma biografia dela própria... e o que ela insistiu para que visse o filme! Gostei e confesso que também me revi numa ou outra situação. ehehehehe!!!

Seven Pounds - 8 - Desvendei o final bastante cedo, mas tirando isso gostei bastante. Uma história intensa. Triste.E brutalmente Humana. Will ...surpreendeste-me ;)

Vicky Cristina Barcelona - 9 - Gostei bastante. uma comédia fácil e sexy do "uncle" woody. Barcelona retratada com todo o seu espírito boémio e encantador. O elenco é um luxo, a beleza está espalhada por toda a parte e a banda sonora é muito boa! Aconselho vivamente.E a penélope está..qualquer coisa!!!!

RocknRolla -9- Bombástico. Muito Muito bom. Ao estilo típico de Guy Ritchie. Uma história bem pensada, personagens bastante peculiares, aquele exagero típico e um humor negro fantástico. É mesmo "RocknRolla"!!!!

Slumdog Millionaire - 10 - Espetacular! Os oscares ,este ano, falaram por si... contra factos não há argumentos. Um filme soberbo, simples, tão simples... e tão bonito!
Obrigatório!

A tua existência...

É este sentimento que não cabe em mim. É a vontade de tudo fazer contigo e a impossibilidade de o concretizar. É o amor, o calor, a paixão, a vida que sinto cá dentro quanto te sinto minha, tão minha. E é o frio, a frustração a carência do sonho quando te deixo e parto para a minha vida e te sinto horas depois, livre, ocupada e desatenta. Desatenta à vida. Porque eu assim te fiz, assim te moldei.Inconscientemente, bem sei.
É esta dicotomia que me faz gritar em silêncio vezes sem conta: basta!!
Hoje é um desses dias e está um dia lindo...


20 março 2009

Hoje, ao contrario de todos os outros dias da semana, foi um dia bastante produtivo no que diz respeito à minha actividade laboral. Estou cansada mas bem disposta. Hoje até falei com a minha R. :) Saudades....
Está um fim de tarde lindo e eu vou jantar com os "sogros" emprestados mais fixes do mundo!!!
É que não são meus. São os do meu irmão... Coitados. A filha casou com um e saíram-lhe dois. Não tenho culpa...gostam de mim :) que hei-de fazer? A minha mãe sempre nos ensinou que é feio recusar convites feitos de boa fé! Mesmo que sejam consecutivos!
Sábado há finalmente ramboia... o meu corpo já ferve de saudades de uma boa farra rodeada de amig@s!
Há tambem mais uma final para disputar e umas quantas surpresas, espero!
Aguarda-se um fim de semana em cheio!! Cheio de "calor", daquele que aquece o coração...
BOM FIM DE SEMANA!!

19 março 2009

Feliz dia,PAI

Hoje é dia do Pai...
Um dia ao qual, devido as circunstâncias da vida, nunca dei muita importância. E do qual, devido às minhas circunstâncias, não guardo muitas recordações. Lembro-me apenas, que no colégio tínhamos que fazer umas coisas sempre muito originais cujo o meu pai nunca dava uso, pelo menos que eu repara-se, no entanto, lembro-me que gostava de as fazer. Sempre era uma pretexto para dedicarmos mais tempo à actividade lúdica e menos aos "livros". E por isso gostava. Só por isso.
Na altura a relação interior que mantinha com o meu pai era dúbia, conturbada e acima de tudo secreta.Apenas eu e os meus mais recônditos esconderijos da alma conheciam esta dor de mim mesma e a revolta que ela me proporcionou durante largos e importantes anos da minha vida.Durante muito tempo, apenas e só perante a minha imagem, permiti expor esta minha fragilidade.
Nem sempre fui uma filha adorável e tolerante. Tenho um raio de um feitio, dizem, que na altura era então ainda mais indomável. E no sentido proporcional à minha capacidade de amar e dar está a minha capacidade de dificultar relações que me causem algum tipo de sofrimento ou carência.
Como tal, nem sempre facilitei o relacionamento com o meu pai, que com o passar dos anos, vim a constatar não ser dos piores.
Com o crescimento comecei a aceitar certos factos e ouve um dia que consegui finalmente exteriorizar tudo o que guardava nas minhas mais profundas entranhas...
Desde esse dia a reconciliação com o meu pai tem sido feita degrau a degrau. Nem sempre foi fácil, mas hoje consigo afirmar que o perdoei verdadeiramente.
Olho para ele e vejo um espelho. Há em mim muitos reflexos do meu pai. Na minha maneira de estar, de ser e acima de tudo de viver...engraçado não é?
Mas eu faço um esforço para ser melhor... todos os dias!
De qualquer das formas, hoje liguei-lhe. Á minha maneira sei que aqueci o seu coração e apesar de o amar incondicionalmente... não o consigo dizer, a ele, através de palavras.
Essas continuam presas nas entranhas...
Talvez um próximo capitulo.

Aqui, que ele não me ouve : AMO-TE PAI!

...

Fui possuída por um vírus que dizem afectar muito boa gente... a preguiça. E hoje, decididamente, não vou lutar contra ela. Não tou nem ai... :)

Acho que hoje sou vou amar! Amar e ser amada!

Não tenho paciência para absolutamente mais nada ...

18 março 2009

A minha melhor amiga...

TENHO MUITAS SAUDADES TUAS MIGA!!!!!
Tem estado uns dias lindos e hoje fui atacada por uma melancolia que me relembrou de como é bom partilhar a vida contigo...
Sinto-te a falta espanhola...
Um abraço daqui ao infinito e mais além!!!!

Aborto Intelectual

"A infecção por HIV é por via sexual, intravenosa ou mãe-filho"

Desde o inicio dos anos 80, o HIV já matou mais de 25 milhões de pessoas no continente africano. Chega o papa e diz aos conguitos todos : “O problema da sida não pode ser resolvido apenas com dinheiro, mesmo que este seja necessário, não pode ser resolvido com a distribuição de preservativos. A distribuição só aumenta o problema”.
Ok sr.º Papa...continue a contribuir tão activamente para um mundo melhor!
A Sara Cacao deu uma sugestão acerca da distribuição dos preservativos. Eu concordo!
É que não consigo. Não consigo mesmo arranjar tolerância para a falta de actualização da maior parte das religiões.
Fui educada num colégio católico.E foram anos muito felizes da minha vida. Em casa aprendi a respeitar a fé de todos, seja ela qual for, no entanto, há no meu ponto de vista, uma fé que é impossível de respeitar: A má Fé!!!
E gostava de poder dizer a toda a "família" e aos habitantes daquele estado envolto em ouro, que existem ainda infelizmente, pessoas que ouvem atentamente cada palavra que os senhores dizem, que as respeitam e as levam a serio e que por isso à que ter mais responsabilização com o que dizem em voz alta.
Gostava também de vos ver a ser papas, em África, nas condições em que vive um simples e humilde africano! E gostava ainda mais, depois, de vos ver a praticar a abstinência sexual de que falam.
Se vos custa em Itália imaginem em África!!

Não gramo mesmo este papa!Palhaço!
E adoro África...
Um dia desabafo sobre o meu desejo de para lá fugir, um dia..quem sabe.

13 março 2009

A uma hora de fugir daqui...



Recuperada das dores de cabeça e do dia horrível que tive ontem, aqui estou eu, a fazer gazeta no trabalho para vir até à caixinha, bater umas teclas e desejar um Bom fim de Semana a tod@s que, propositadamente ou sem querer por aqui vão passando. A previsão é um fim de semana repleto de sol, o que para mim, é como já sabem sinónimo de bem estar. Com o corpo e com a mente.
A mãe vem hoje à noite e a família reúne-se para jantar, o típico jantar onde todos falam, gritam, riem, discutem....mas ninguém consegue bater o meu adorado e irritante irmão :) Ele acaba sempre por levar a melhor no que diz respeito ao tempo de antena. É uma comédia. Mas eu gosto dele mesmo assim. É tão genuíno...
Amanha prometi ir passear logo pela manha com a mãe. Vamos ver o mar e pôr a conversa em dia. Temos saudades e ela engordou, pelo que tem de suar! Ela adora ser mãe e eu adoro ser Filha. A distância física que se instalou entre nós de há uns tempos para cá tem tido o sentido inverso na proximidade das nossas intimidades. E está a ser bom descobrir isso. Creio que para ambas.
A partir das 17h é tempo de Bola. Mais uma batalha a vencer!
Á noite, umas minis com a malta e quem sabe um filme simpático.Deitar cedinho pois domingo vou aventurar-me todo o dia de com os mais pequeninos... depois explico melhor,mas confesso que estou curiosa!
E pronto, assim se passará mais um fim de semana. Planeado porque o tempo escasso assim o exige.
Se soubessem como me irrita ter de planear as coisas!!!


Bom fim de semana!


:)